A história da Sementes Webber começa em 1955, com o casamento de Setembrino e Dirce, em Getúlio Vargas, principais protagonistas da empresa, ambos apaixonados pelo campo e pela terra. Um ano após o casamento, Setembrino deixou sua terra natal para trabalhar na lavoura de um dentista, em Coxilha, onde, por dez anos, foi operador de máquinas. Ele destaca: "Eu e meus irmãos saímos de Floriano Peixoto, distrito de Getúlio Vargas, para trabalhar como funcionários de um dentista, que havia comprado terras em Coxilha. Fui operador de trator, mas sempre com inquietude em minha caminhada." Como bons italianos, se dedicaram muito ao trabalho, em busca de recursos para comprar suas próprias terras. No final dos anos 1960, Setembrino adquiriu suas primeiras áreas, onde, no início dos anos 1970, iniciou o plantio de Soja. Sempre motivado a crescer, em 1974, Setembrino embarcou para os Estados Unidos, onde percebeu o potencial evolutivo da cultura e quanto a agricultura brasileira ainda tinha de melhorar. Com isso, em 1976, iniciou a construção de sua primeira Unidade de Beneficiamento de Sementes, onde durante muitos anos comercializou sementes de soja para o Rio Grande do Sul e demais estados. Em 1982, com a graduação das filhas, Celi e Eni, em Agronomia, iniciou-se uma fase de melhoria e conservação do solo e foi adquirida uma propriedade no Mato Grosso, que ficou aos cuidados de Eni. No final dos anos 1980, introduziram-se a rotação de culturas – com o plantio de milho – e correções de solo, novidades que aumentaram a produtividade das lavouras. A partir disso, temos então a consolidação da empresa Sementes Webber.

Em 1991, o filho Lisandro graduou-se em Ciências Contábeis, passando a exercer a administração da empresa, junto com a família. No final dos anos 1990, com o declínio do mercado de sementes de soja no Brasil, a Sementes Webber interrompeu temporariamente a produção de sementes da oleaginosa, mantendo apenas a de trigo. Nesse período, foi vendida a propriedade do Mato Grosso, com o objetivo de concentrar a produção nas áreas de Coxilha. E, nos primórdios dos anos 2000, com a chegada de novas tecnologias, foram adquiridas as primeiras colheitadeiras com tecnologia Axial e um distribuidor de fertilizantes a taxa variável. Buscando ainda mais produtividade, com o aperfeiçoamento das tecnologias da agricultura de precisão, foram implantados, em 2008, o mapeamento do solo, com análises a cada três hectares, e as correções a taxa variável. Três anos mais tarde, em 2011, com a melhoria no mercado de sementes e a entrada de grandes empresas nesse ramo, iniciaram-se as negociações para a retomada da produção de sementes. Sem parar de crescer, em 2012, foi iniciada a construção da segunda Unidade de Beneficiamento de Sementes, também em Coxilha, com capacidade de beneficiamento de 20 toneladas de semente por hora, para atender à demanda da produção de sementes de soja, para a empresa Pioneer, e cevada, para a empresa Ambev. Os resultados já foram relevantes de imediato: a produção de sementes de cevada superou, em 2012, 4.300 toneladas; a de soja, em 2013, 3.900 toneladas. São dados como estes, que nos movem a trabalhar ainda mais. Nossa história mostra que a Sementes Webber é um retrato de seus fundadores, Setembrino e Dirce, que, com sua perspicácia, empreendedorismo e seu amor pela terra, sempre priorizaram a qualidade de seus produtos e o crescimento agronegócio como um todo.

A Sementes Webber, em toda sua trajetória, além de sempre estar de acordo com as normas e leis ambientais, desenvolveu junto ao seu quadro de funcionários a consciência de sustentabilidade e a importância da preservação do meio ambiente e dos recursos naturais. A empresa utiliza uma consultoria ambiental, que elaborou um Plano de Resíduos Sólidos, que possibilitou o descarte correto dos resíduos resultantes da operação da Unidade de Beneficiamento de Sementes. O desenvolvimento com respeito ao meio ambiente é responsabilidade de todos.

A Sementes Webber está sempre em sintonia com a comunidade em que está inserida. Desta forma, está sempre visando à melhoria social não só de seu quadro de funcionários e seus familiares, mas também da sociedade como um todo. A empresa desenvolveu e, atualmente, apoia o Projeto Viver. Clique aqui para conhecer mais sobre este projeto

Unidade de Recebimento de Grãos - Sede
Av. Ilso José Webber, 192 - Coxilha - RS
Unidade de Beneficiamento de Sementes
Rodovia RS 135, Km 18 - Coxilha - RS
Centro Administrativo
Av. Ilso José Webber, 192 - Coxilha - RS
Telefones de contato:
(54) 3379 1056 / (54) 3379 1131
(54) 3379 1140 / (54) 9943 1634
E-mail de Contato: contato@sementeswebber.com.br
Acessar Webmail (acesso restrito)
Desenvolvido por Webb House