Trigo: alguns cuidados básicos

O trigo é uma cultura de inverno com ciclo anual, tendo o início de plantio nos meses de maio e junho no Rio Grande do Sul, e abril e maio no Paraná. Sua matéria prima é destinada a moinhos para produção de farinha e a portos para exportação.

Com o excesso de chuvas durante seu ciclo, consequentemente com o aparecimento de patógenos, o trigo teve sua produção afetada na maior parte do Rio Grande do Sul na safra de 2014, tendo como estimativa redução de áreas cultivadas para 2015.

Para termos sucesso com a cultura, devemos ter uma sequência de tratos culturais, começando pela dessecação de plantas voluntárias (soja guaxa, milho guaxo) e plantas com sementes dormentes no verão que emergem no inverno (azevém, aveia), para evitar a competição interespecífica e doenças. 

Para o plantio, devemos procurar cultivares que diminuam os principais problemas enfrentados em nossas lavouras, como as doenças e a germinação na espiga. As cultivares ainda precisam nos passar segurança, assim como a OR Sementes nos proporciona, mostrando na figura ao lado.

A semeadura é recomendada com profundidade de 2 a 5 cm e espaçamento de 17 cm entre linhas, com população recomendada pela empresa criadora da cultivar e adubação de acordo com a análise de solo. Não esquecendo do tratamento de sementes para que a uniformidade da lavoura não seja afetada por pragas (corós, grilos) e doenças que são veiculadas por sementes (manchas foliares, podridão de raízes).

Nos estádios vegetativos deve ser feito o monitoramento de algumas doenças, como oídio, manchas foliares, ferrugem da folha e do colmo, giberela e brusone, e das pragas, como pulgões, percevejos e lagartas, recomenda-se assim, a procura por assistência técnica para ter uma tomada de decisão, tendo em vista um controle efetivo.  As liliopsidas (gramíneas) são mais exigentes a adubações nitrogenadas, sendo que a maioria das cultivares de trigo necessitam de 3 a 4 aplicações do perfilhamento ao espigamento. Já a maioria das cultivares da OR Sementes não necessitam de aplicações após o espigamento, pois já contém em sua genética a qualidade industrial dos grãos.

Cuidados na colheita são de grande importância, pois é nesta fase que se garante a qualidade final do grão, sendo que o teor de umidade nos grãos não deve ultrapassar de 20% para este processo. É importante também termos cautela com a regulagem da colheitadeira, como velocidade do molinete, folgas entre o cilindro (ou rotor para as colheitadeiras axiais) e o côncavo, rotação no cilindro ou rotor, entre outros. 

Envie esta página para seus amigos: http://sementeswebber.com.br/conteudo/-trigo-alguns-cuidados-bsicos
Unidade de Recebimento de Grãos - Sede
Av. Ilso José Webber, 192 - Coxilha - RS
Unidade de Beneficiamento de Sementes
Rodovia RS 135, Km 18 - Coxilha - RS
Centro Administrativo
Av. Ilso José Webber, 192 - Coxilha - RS
Telefones de contato:
(54) 3379 1056 / (54) 3379 1131
(54) 3379 1140 / (54) 9943 1634
E-mail de Contato: contato@sementeswebber.com.br
Acessar Webmail (acesso restrito)
Desenvolvido por Webb House